Paróquia Nossa Senhora da Anunciação 




Facebook Twitter
Sacolinhas de Natal
Pastoral da Criança distribui as "Sacolinhas de Natal" dias 4 e 5 de novembro

Devolução deve ser até dia 19 de novembro.
Todos os anos, as crianças atendidas pela Pastoral da Criança são apadrinhadas pelos paroquianos, que montam um kit de presentes para cada uma delas. Na sacolinha a criança é identificada por idade e sexo, e o tamanho das roupas e calçados que está usando. A pessoa que pegar a sacolinha deve adquirir os produtos discriminados e devolver à Igreja na data marcada.
Quem pegar a "Sacolinha de Natal" da Pastoral da Criança, pode participar da entrega para as crianças, durante a Festa, dia 16 de dezembro, a partir das 9h, no Salão Paroquial. Poderá conhecer a família da criança apadrinhada e conhecer também um pouco mais do trabalho desenvolvido pela Pastoral da Criança.

Bazar de Natal do Clube de Mães
Dia 21, terça-feira, 14h, no Salão Paroquial




















Dia 26 (domingo), 18h30 - Primeira missa celebrada pelo Padre Luciano, após sua ordenação sacerdotal

Acesse nossa galeria de videos do Youtube
Palavra do Bispo

Cristãos Leigos e Leigas, Sujeitos na Igreja e na Sociedade!

            A Igreja no Brasil vai celebrar, no período de 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo Rei, a 25 de novembro de 2018, o “Ano do Laicato”. O tema do “Ano do Laicato” será ‘Cristãos leigos e leigas, sujeitos na Igreja em saída, a serviço do Reino de Deus’ e o lema: ‘Sal da Terra e Luz do Mundo’ (cf. Mt 5,13-14).

Peço aos Párocos, aos membros dos Conselhos de Pastoral das Paróquias e às equipes de liturgia para organizarem uma bela celebração de abertura do “Ano do Laicato”, para agradecer a Deus pela missão da grande maioria dos fiéis de nossas Paróquias e Comunidades na família, no trabalho, na sociedade e na comunidade eclesial.

A presença de um laicato forte é fundamental para a transmissão dos valores da família, da fé e da transformação social. São João Paulo II afirmou que a evangelização do continente não pode se realizar hoje sem a colaboração dos fiéis leigos. Eles hão de ser parte ativa e criativa na elaboração e execução de projetos pastorais a favor da comunidade. Isto exige, da parte dos pastores, uma maior abertura de mentalidade para que entendam e acolham o “ser” e o “fazer” do leigo na Igreja, que por seu batismo e sua confirmação, é discípulo e missionário de Jesus Cristo (Cf. DA 213).

Os sacerdotes devem motivar os cristãos leigos e leigas na sua missão, mas nem sempre encontram ressonância nas Comunidades e nas famílias. O Papa Francisco disse que “muitos leigos temem que alguém os convide a realizar alguma tarefa apostólica e procuram fugir de qualquer compromisso que lhes possa roubar o tempo livre. Hoje, por exemplo, tornou-se muito difícil nas paróquias conseguir catequistas que estejam preparados e perseverem no seu dever por vários anos” (EG 81).

Daí a oportunidade de celebrar bem a abertura do Ano Nacional do Laicato e organizar durante todo o ano formação nas Paróquias para os fiéis leigos e aproveitar, inclusive da homilia, para informar e formar o povo sobre a missão própria e especifica dos cristãos leigos e leigas no mundo e na Igreja.

Não vamos deixar este ano passar em vão, vamos trabalhar para que os cristãos leigos e leigas sejam “homens da Igreja no coração do mundo, e homens do mundo no coração da Igreja” que, através do testemunho e da atividade, contribuem para a transformação das realidades e para a criação de estruturas justas segundo os critérios do Evangelho (Cf. DA 210). 

 .

Dom Sergio de Deus Borges


 Bispo Auxiliar de São Paulo

Vigário Episcopal para a Região Santana

Visite nossa Galeria de Imagens do Flickr